Sobre

Sou Aíla Almeida, graduada em Serviço Social com mestrado em Meio Ambiente, professora, leitora, mãe de bicho, cozinheira, idealista que tem certeza que nasceu no século errado. Apaixonada por gente, lutando contra o câncer. Nesse período de convalescência e luta contra o câncer escrever tem sido meu principal canal de comunicação com o mundo e comigo mesma. Sou egoísta e escrevo porque o processo da escrita me ajuda a entender coisas e pessoas, a formar minha opinião sobre um livro, evento ou problema. Escrevo sobre o que me instiga, o que me inquieta, mas não esqueço que escrever é julgar a si mesmo, é o prazer de reescrever, editar dá vida as palavras. Não sigo convenções, porque tenho a ideia que podem ser prisões, mas prezo muito todos os leitores e críticas, porque não escrevo somente para mim, mas para compartilhar com o outro a visão que tenho dos óculos que uso para ver o mundo.