Pitadas Gastronômicas

MASSIMO BOTTURA O PÓS MODERNO CHEFE DA COZINHA ITALIANA

            Um dos melhores documentários que vi na plataforma Netflix foi “Chefes Tables” em especial a edição com o chefe italiano Massimo Bottura responsável por recriar pratos da tradicional cozinha italiana. Bottura, trabalhou com chefes célebres como Alain Ducasse e Ferran Adrià. Seu trabalho é tão cultuado no mundo gastronômico que está numa lista entre os 50 melhores chefes do mundo além de seu restaurante Osteria Francescana na Cidade de Medina na Itália ter estrelas no celebrado guia Michelin.

            No filme me senti dentro da cozinha do celebrado chefe, o expectador é convidado a ver a colheita de uvas para a produção de lambruscos, conhecer e provar o autêntico parmiggiano reggiano, aprender o segredo das massas caseiras das nonas italianas, participar das feiras e andar pelas ruas de pedra de Modena. O que é contado não é apenas a história de um restaurante, mas uma história sobre paixão e dedicação.

            O interessante desse tipo de filme é que leva ao grande público o chefe de cozinha na sua concepção humana. Diferente de períodos anteriores em que chefes raramente saiam das cozinhas. As receitas apresentadas vão além do nutricional, são gestos sociais que podem mudar a visão que as pessoas tem sobre comida, agricultura, artesãos e o mundo ao redor delas. O filme além de ser um olhar sobre comida, é uma visão sobre uma cultura, mostrando como a criação de uma receita pode tornar pessoas mais felizes.

Comentários