VIVEMOS NUM MUNDO LÍQUIDO

Postado dia 03 de abril de 2017, em Natureza e Sociedade

No início desse ano morreu Zigmund Bauman, filósofo polonês que definiu o nosso mundo contemporâneo como sendo “líquido”, mas o que formaria esse conceito e esses novos tempos? Seria um mundo sem forma, um mundo indeciso. Vivemos num mundo em que os experimentos são marcados por fotografias, publicações e número de curtidas das redes sociais. É uma vida marcada pela visibilidade.

Nas sociedades modernas você cria sua própria identidade e passa a vida inteira se redefinindo porque os estilos de vida atraentes e tentadoras mudam tantas vezes na sua vida que você terá que mudar. É impossível listar as coisas que saíram de moda e não sabemos que mudança é a mais duradoura e qual a mais incisiva para influenciar a vida, das próximas gerações dos nossos filhos.

Assim, vivemos na modernidade líquida e na sociedade pós-industrial do consumismo, é a passagem da sociedade de produção para a sociedade de consumo. São mudanças de construção de base, é a cultura do imediatismo e do prazer, da individualização, de identificar a ideia de felicidade com o aumento do consumo. Com as redes sociais vivemos todos, numa solidão e numa multidão ao mesmo tempo. Com o mundo vamos aprendendo que não temos mais verdades absolutas e que vivemos no mundo do imediatismo.

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 03 de abril de 2017, em Natureza e Sociedade

EMANUEL MACRON NOS BASTIDORES DA VITÓRIA

Vi, mas uma excelente produção da Netflix, Macron nos bastidores da Vitória (2017) que segue a trajet[...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de abril de 2017, em Natureza e Sociedade

O TENETISMO NUMA NARRATIVA ELETRIZANTE

 

    Tenentes (2016) é um livro do jornalista Pedro Dória que se valeu de um acontecimento meio obscuro na história do Brasil (O Tenentismo) para escrever um texto e[...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de abril de 2017, em Natureza e Sociedade

AFINAL DE CONTAS O QUE É FEMINISMO?

 

    A história das mulheres é uma história de esquecimentos, já que o mundo sempre foi explicado pelos homens. O feminismo nos [...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de abril de 2017, em Natureza e Sociedade

A INTERPRETAÇÃO DOS SONHOS DE FREUD

    Existe um lado negro em todos nós onde nossos medos, desejos e raiva proibidos espreitam. Esses desejos inconscientes não descansam silenciosamente na psique humana eles s[...]

LEIA MAIS