Natureza e Sociedade

O MUNDO É HÍBRIDO

 

     Quando eu dava aulas na graduação, discutíamos a prevalência dos sistemas de pensamento em que vivíamos: o cartesiano e a volta a uma integração de origem grega que teria mais integração, o holismo. O certo é que vivemos num mundo de fragmentação, de saberes desconectados. Na Universidade o quadro é de super especialização das disciplinas, de reducionismo e isolacionismo. A “prática interdisciplinar” tende infelizmente a reafirmar o poder das disciplinas e a lógica de saberes puros e autônomos.

Students using dictionary in classroom

     Nas Universidades predominam o eruditismo e o tecnicismo, além disso o ensino superior tem dificuldade em interagir com outros discursos, seja no debate com outras áreas das ciências humanas, das ciências naturais, das artes, da mídia ou de leigos em geral. O que falta é a percepção de que na verdade o mundo é híbrido, talvez público e privado, homem e máquina, oriental com ocidental, gerassem outros sistemas.

Study group

     Os saberes precisam se tornar híbridos, se quiserem compreender adequadamente o que está acontecendo nas sociedades atuais, correndo os menores riscos de praticar violentas generalizações. Um mundo híbrido visa acima de tudo respeitar a complexidade e a pluralidade das realidades culturais. Tenho esperanças que esse mundo híbrido seja capaz de transformar as instituições de ensino do futuro em espaços de liberdade para quem quiser ser criativo, mesmo sendo impuro.

Comentários