HOJE ME LEMBREI DE NIETZSCHE

Postado dia 02 de abril de 2015, em Natureza e Sociedade

meio-ambiente

            Quando estou na balburdia do trânsito olhando as condições ambientais da cidade que vivo, lembro da movimentação e festa que foi feita quando elaboraram um plano diretor anunciando que a cidade em um futuro próximo seria mais organizada e menos poluída. Mas a vida não está fácil onde moro, após crises de instabilidade política e incertezas administrativas a cidade me lembra alguém cansada e sem direcionamento certo na vida. Tenho a impressão que não é privilégio daqui, ligo a TV e as notícias não são animadoras, nem no Brasil nem no mundo. Parece que tudo passa rápido demais, parece que o mundo está meio sem sentido. Todos falam nas contas para pagar, no tempo que é curto, no dólar que está alto e não tiram os olhos dos tablets e smartphones. 

mundo

            Me considero uma pessoa paciente, mas perco a educação quando vejo uma pessoa jovem e saudável estacionando na vaga especial para pessoas que necessitam e para idosos. Para enfrentar o mundo é preciso saber ver, mas existem pessoas egocêntricas demais para ver além de si próprias. Ver o mundo ao redor, o mundo do outro é uma arma para aumentar o nosso próprio mundo. Lembrei de Nietzsche porque seu pessimismo parece se concretizar em vários setores da nossa contemporaneidade mas no entanto é preciso sacudir esse velho homem pessimista para que um novo ressurja mais afinado com as propostas de uma modernidade que se dizia progressista.

crianças

            Espero haver tempo para nós que fazemos o mundo nos matricularmos novamente na escola da vida e tratarmos melhor o nosso planeta, a nossa cidade, a nossa casa as pessoas que dividem o mundo conosco. Respeitar e amar são lições que devemos aprender todos os dias uns com os outros para entendermos que não basta uma proposta de modernidade redentora nós é que devemos fazer o mundo um lugar melhor para se viver.

 

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 02 de abril de 2015, em Natureza e Sociedade

EMANUEL MACRON NOS BASTIDORES DA VITÓRIA

Vi, mas uma excelente produção da Netflix, Macron nos bastidores da Vitória (2017) que segue a trajet[...]

LEIA MAIS
Postado dia 02 de abril de 2015, em Natureza e Sociedade

O TENETISMO NUMA NARRATIVA ELETRIZANTE

 

    Tenentes (2016) é um livro do jornalista Pedro Dória que se valeu de um acontecimento meio obscuro na história do Brasil (O Tenentismo) para escrever um texto e[...]

LEIA MAIS
Postado dia 02 de abril de 2015, em Natureza e Sociedade

VIVEMOS NUM MUNDO LÍQUIDO

No início desse ano morreu Zigmund Bauman, filósofo polonês que definiu o nosso mundo contemporâneo como sendo “líquido”, mas o que formaria esse conceito e esses n[...]

LEIA MAIS
Postado dia 02 de abril de 2015, em Natureza e Sociedade

AFINAL DE CONTAS O QUE É FEMINISMO?

 

    A história das mulheres é uma história de esquecimentos, já que o mundo sempre foi explicado pelos homens. O feminismo nos [...]

LEIA MAIS