Natureza e Sociedade

A CONSTRUÇÃO SOCIAL DA ADOLESCÊNCIA

    O magistério é um exercício de aprendizado mútuo, aprendi mais dando aulas do que estudando sozinha, disso tenho certeza. Durante uma boa época ministrei a disciplina de adolescência, e daí surgiram várias pesquisas e indagações sobre o assunto. A primeira e primordial é a de que adolescência e puberdade são coisas diferentes. Puberdade é a transformação biológica sofrida pelo corpo entre os 12 e 13 anos e adolescência é um processo de construção social que varia de acordo com a cultura. Margareth Mead, antropóloga americana, em pesquisa realizada na ilha de Samoa na primeira metade do século XX, descobriu que a adolescência era uma período comum da vida, que se passava de forma suave, não existia marcas de angustias emocionais ou psicológicas, como nos Estados Unidos.

            Até o século XX no Ocidente, as crianças eram vestidas de forma lúdica como marinheiros, escoteiros ou adultos em miniaturas, por volta dos13 a 14 anos, eles abandonavam as calças curtas e esperava-se que se comportassem como adultos. O termo adolescente só surgiu em 1898 com o psiquiatra americano Stanley Hall, mas só se tornou popular após a Segunda Guerra Mundial, na mesma época em que surgiu o rock e a revolução cultural. O que moldou o que hoje conhecemos como adolescência foi a vida urbana do pós guerra, a revolução cultural e sexual, a mudança dos padrões de comportamentos influenciados pelo Cinema e mais tarde pela televisão e a criação definitiva de uma fase da vida em que o indivíduo se reconhecesse como jovem e deve-se seguir um padrão identificado, como por exemplo, pelo jeans e a camiseta. 

Comentários