UMA GARÇA NO ASFALTO DE CLAUDER ARCANJO

Postado dia 09 de maio de 2017, em Na Estante

 

O mundo dos livros tem seus mistérios e um dos que mais gosto é encontrar pessoas que compreendam o meu amor pelas letras, isso não tem preço. Numa manhã de sábado fui apresentada por um amigo comum ao escritor e editor Clauder Arcanjo, que era praticamente meu vizinho, mas desconhecido por força da vida moderna. A afinidade foi imediata, se deixassem passávamos o dia falando sobre esse incrível mundo que os livros nos mostram. Fiquei com seu livro de crônicas. Uma Garça no Asfalto. Após a leitura me senti tocada a escrever esse texto.

O texto mostra elementos de dois mundos, o real, repleto de burocracias e de um eterno exercício de resiliência e o outro, particular, dos livros, daqueles que lapidam a palavra. Nele encontrei fatos e situações do terreno do inusitado seja do cotidiano ou de reflexões tocantes sobre a vida, como o amor pela companheira, o velório de entes queridos, o reencontro com as origens numa visita a terra natal, ou simplesmente o prazer do nordestino com a chuva que anuncia a chegada do inverno.

Com o seu texto atravessei a minha cidade até a construção do teatro municipal, encontrei com vendedores de cocada, engraxates, garis e outros personagens que passariam despercebidos a quem não fosse artífice da literatura. Observo também momentos de melancolia, de auto entendimento no desempenho da escrita e da importância ímpar da poesia. Clauder está, a todo momento, visitando e revisitando o mundo, aprendendo com as pessoas, entrando em contato com suas perspectivas e valores. Ler seu texto foi um momento de extrema satisfação capaz de instigar o equilíbrio tão necessário ao nosso mundo real.

 

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 09 de maio de 2017, em Na Estante

O CASAMENTO DE NELSON RODRIGUES

 

Recebi o romance O Casamento (1966) de Nelson Rodrigues no primeiro mês em que fiz assinatura de um clube de leituras, acostumada as suas crônicas estranhei [...]

LEIA MAIS
Postado dia 09 de maio de 2017, em Na Estante

A POESIA VIRA VIAGEM EM JOÃO CABRAL

 

A Literatura como Turismo (2016) de João Cabral de Melo Neto (1920-1999) nos lembra que o escritor é mais cultuado do que lido. Sua atividade literária f[...]

LEIA MAIS
Postado dia 09 de maio de 2017, em Na Estante

DESCOBRINDO O MUNDO COM CLARICE LISPECTOR

 

     Clarice Lispector é um mistério para todos os que se aventuram a entrar em seu mundo. Li “Todos os Cantos”, volume com as [...]

LEIA MAIS
Postado dia 09 de maio de 2017, em Na Estante

A LOUCA DA CASA DE ROSA MONTEIRO

 

Finalmente eu me rendi a assinatura dos clubes de leituras que mandam um livro surpresa por mês. Em outubro recebi A Louca da Casa, da espanhola Rosa Monteiro, um[...]

LEIA MAIS