PALAVRAS NO VENTO

Postado dia 03 de janeiro de 2014, em Na Estante

Meu pai me deu ao mundo  sem ter mais o que me dá
Me ensinou a jogar palavra no vento para ela voar
Dizia: filha palavra tem que saber como usar
Aquilo é que nem remédio cura, mas pode matar


Cuide de pedir licença antes de palavrear ao dono da fala
Que é quem pode transformar o que você diz em flecha que chispa no ar

Quando o tempo for de guerra e você for guerrear, use pétalas de rosa se o tempo for de amar. 
Palavra é que nem veneno mata ou pode curar. 


Diga sempre o cuidado que se deve dedicar as forças da natureza: o bicho, a planta, o mar;

Palavra foi feita para se gastar, acaba uma, vem outra que voa no seu lugar.
Palavra é que nem veneno mata ou pode curar.


Ainda ontem lá em casa quando cozia o jantar lembrei da voz do meu pai que o vento trouxe a vagar, dos casos de outras eras que desandava a contar.
Gostava de ouvir sua voz, com mundos a inventar, minha cabeça rodava de tudo que ia contar e ainda hoje, quando para me sustentar, palavras no vento eu continuo a jogar.

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 03 de janeiro de 2014, em Na Estante

O CASAMENTO DE NELSON RODRIGUES

 

Recebi o romance O Casamento (1966) de Nelson Rodrigues no primeiro mês em que fiz assinatura de um clube de leituras, acostumada as suas crônicas estranhei [...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de janeiro de 2014, em Na Estante

A POESIA VIRA VIAGEM EM JOÃO CABRAL

 

A Literatura como Turismo (2016) de João Cabral de Melo Neto (1920-1999) nos lembra que o escritor é mais cultuado do que lido. Sua atividade literária f[...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de janeiro de 2014, em Na Estante

UMA GARÇA NO ASFALTO DE CLAUDER ARCANJO

 

O mundo dos livros tem seus mistérios e um dos que mais gosto é encontrar pessoas que compreendam o meu amor pelas letras, isso não tem preço. Numa manhã de sábad[...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de janeiro de 2014, em Na Estante

DESCOBRINDO O MUNDO COM CLARICE LISPECTOR

 

     Clarice Lispector é um mistério para todos os que se aventuram a entrar em seu mundo. Li “Todos os Cantos”, volume com as [...]

LEIA MAIS