VOCÊ É SUA MELHOR COMPANHIA

Postado dia 29 de novembro de 2015, em Misturas Filosoficas

 

    Ao longo da minha convalescência de quase três anos contra o câncer aprendi a ficar sozinha. Confesso que já vi o fim do mundo algumas vezes, mas na manhã seguinte as esperanças se renovaram e tudo pareceu bem. Embora tenha sido obrigada a ficar sozinha por circunstâncias da situação sei que o homem por ser naturalmente gregário está sempre necessitando de companhia. Fico intrigada com gente que não consegue ir sozinho ao cinema, ao restaurante, sentar numa praça ou apreciar um museu. Tenho a impressão que a solidão parece vergonhosa e merece a qualquer custo ser evitada.

    Não confio em pessoas que não acreditam que podem ficar sozinhas. Quem de nós não está só? Lamento pelas pessoas que se desesperam quando se veem sozinhas, que não conseguem compartilhar a maravilha de um jardim,  que não se comovem ao ouvir uma música,  que não se sentem inteiros fazendo suas próprias coisas. Sozinho é com, que é bem diferente de ser solitário que é sem.  Não sou nem nunca serei solitária. Sozinha meu olhar tem mais foco, o meu ser tem mais profundezas, tenho mais espaço para minhas pequenas liberdades, mais imaginação, mais fantasia, existe beleza na minha individualidade. Mais força em meu pensamento, mais inteireza na minha vontade

    Tem gente que ama por amar, sem saber de onde vem, ou por que vem. Amar é saber que aquele que nos ama vai faltar, um dia vai deixar saudades, amar só vale a pena se for extraordinário. Além daquilo que já se tem; não confio em alguém que ama simplesmente para ser um par. Se sozinho você não se tem, amar vira tubo de oxigênio, ânsia, invenção e enredo piegas e barato.

AMOR

    O amor jamais poderá virar muleta, trincar a dignidade,  confio no amor daqueles que não precisam amar para sobrevivência. Confio no amor daquele que é dono de si e mesmo assim vê grandeza em compartilhar, vidas, momentos e situações com o outro. Dar-se é excelência, nunca mendicância. Assim, não confio em quem não se ama em primeira instância.

 

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 29 de novembro de 2015, em Misturas Filosoficas

FELICIDADE OU MORTE

 

    O livro Felicidade ou Morte (2016) de Leandro Karnal e Clóvis de Barro Filho é resultado de um seminário gravado entre os dois autores. De linguagem fácil e [...]

LEIA MAIS
Postado dia 29 de novembro de 2015, em Misturas Filosoficas

SOBRE BOM HUMOR

 

     Ontem conversei com uma amiga querida sobre o tempo que deveríamos ficar tristes pelas coisas da vida. Ela me disse que achava até que eu ficava pouco triste,[...]

LEIA MAIS
Postado dia 29 de novembro de 2015, em Misturas Filosoficas

O MEU EU IDEAL

 

         Manter a geladeira sempre arrumada, usar pouco o celular nos fins de semana, ler menos notícia política e mais Cl[...]

LEIA MAIS
Postado dia 29 de novembro de 2015, em Misturas Filosoficas

VOCÊ ESTÁ NO CONTROLE?

 

        Vendo uma dessas séries de TV que falam sobre o universo fica bem claro que o que nos distingue dos outros seres do nosso planeta é a noção do tempo e a[...]

LEIA MAIS