FELICIDADE OU MORTE

Postado dia 12 de setembro de 2016, em Misturas Filosoficas

 

People celebrating the holi festival in Barcelona.

    O livro Felicidade ou Morte (2016) de Leandro Karnal e Clóvis de Barro Filho é resultado de um seminário gravado entre os dois autores. De linguagem fácil e acessível, o texto discute qual o papel da felicidade na vida pessoal e coletiva da nossa sociedade contemporânea, mostrando o que já foi considerado como  o ideal de felicidade em outros momentos históricos. A busca da felicidade seria uma projeção de coisas e situações que gostaríamos de ter e essa promessa de desejo possibilitaria a continuação desse ideal uma espécie de círculo vicioso do que seria ser feliz.

Friends toasting each other at party

    Felicidade não seria apenas o ajuste aos modelos pré estabelecidos, mas a educação dos nossos desejos e a ideia bem definida daquilo que realmente precisamos. Um outro ponto importante, é o entendimento de que somos os resultados de nossas escolhas e de que nossas ações é nossa responsabilidade. Felicidade seria uma ideologia subjetiva, assim como cada um tem o direito de definir seu próprio conceito de felicidade, isso mostra que não existe uma fórmula universal para a felicidade humana porque a maior marca da humanidade é a diversidade. Business man blowing confetti.

    Se somos os gestores de nossa trajetória, o texto nos mostra que devemos patrocinar o nosso caminho da melhor forma possível. Na vida é preciso considerar elementos como o tempo que é implacável, e compreender que os processos de felicidade e infelicidade não são estados puramente naturais mas elaborados de acordo com as circunstâncias. O livro não se coloca como um manual de auto ajuda, mas como uma indagação filosófica para a busca da felicidade.

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 12 de setembro de 2016, em Misturas Filosoficas

SOBRE BOM HUMOR

 

     Ontem conversei com uma amiga querida sobre o tempo que deveríamos ficar tristes pelas coisas da vida. Ela me disse que achava até que eu ficava pouco triste,[...]

LEIA MAIS
Postado dia 12 de setembro de 2016, em Misturas Filosoficas

O MEU EU IDEAL

 

         Manter a geladeira sempre arrumada, usar pouco o celular nos fins de semana, ler menos notícia política e mais Cl[...]

LEIA MAIS
Postado dia 12 de setembro de 2016, em Misturas Filosoficas

VOCÊ ESTÁ NO CONTROLE?

 

        Vendo uma dessas séries de TV que falam sobre o universo fica bem claro que o que nos distingue dos outros seres do nosso planeta é a noção do tempo e a[...]

LEIA MAIS
Postado dia 12 de setembro de 2016, em Misturas Filosoficas

O MISTÉRIO DO TEMPO

       A coisa mais enigmática que existe é o tempo ele acaba com tudo, desde as árvores, as construções, passando por bichos e humanos, mas o pior é que acaba sobretudo, [...]

LEIA MAIS