Misturas Filosoficas

A CONTRIBUIÇÃO DE PITÁGORAS

            O nosso pensamento racionalista cunhado a partir do Iluminismo do século XVIII, estabelece que só pode ser comprovado aquilo que possa ser mensurado. E essa mensuração só existe através dos números. Pitágoras filosofo grego que viveu de 570-496 a. C. entendia que a matemática era o meio de descobrir verdades sobre o mundo de outro modo impenetráveis. Foi dele a ideia de tratar os números como formas tal como aparece até hoje, por exemplo, nos dados. Seu fascínio pela matemática baseava-se na natureza atemporal e universal de suas descobertas. Diferente das verdades sobre o mundo físico, as verdades matemáticas são eternas. Os objetos matemáticos apreendidos pela mente seriam superiores a descrição que temos deles. O mais legal de tudo isso e que para mim causam um fascínio indescritível é o fato dos intervalos de uma escala musical serem razões aritméticas exatas. O seu pensamento é tão importante para nós que temos a ideia de que o universo pode ser explicado matematicamente. É sua também a nossa herança de que a matemática é o paradigma genuíno para o conhecimento intelectual, e para o desenvolvimento da ciência tal qual a conhecemos. 


Comentários