VIAGEM A LUA DE Méliès

Postado dia 03 de dezembro de 2013, em A Magia do Cinema

            Quem gosta de cinema e se interessa pelo assunto, conhece, já viu ou já ouviu falar do filme Viagem a Lua de 1902 do ilusionista francês Georg Méliès, um dos precursors do cinema que usava inventivos efeitos fotográficos para criar mundos fantásticos. Já tinha lido muito sobre o assunto, mas ontem, assisti o filme no You tube e me questionei se faria ou não uma crítica aqui para o blog. É muito difícil analisar esse filme, primeiro para os nossos olhos contemporâneos, um filme desse soaria tolo e simplório, mas é preciso avaliar o período em que ele foi lançado e para a época seria até ousado, já que o homem só veio a pisar a lua 67 anos depois. Um outro problema seria o que dizer de um filme que tem apenas 12 minutos? Vamos as impressões.  


            O filme apresenta um mundo de paisagens fantásticas, onde um grupo de velhos professores entram em uma cápsula de metal em formato de bala, disparada de um canhão em direção a lua. Lá os viajantes são submetidos a um julgamento pelos tribunal e pelos habitantes de lá, esse são um mistura de crustáceo, papagaio e esqueleto. O filme apresenta uma violência infantil, os viajantes matam alegremente os nativos e viajam de volta a terra. 


            O filme vale ser visto, pela técnica inovadora para a época, a imaginação apurada do diretor que era capaz de pensar como seria a lua, satélite que fascina a humanidade a tanto tempo e que na época era apenas um mistério. Os cenários magnificos para a época com cogumelos gigantes e palácios lunares. E sobretudo, pela manipulação engenhosa dos cenários teatrais, como a lua que é apenas um rosto humano coberto de massa e que chora quando o foguete atinge seu olho. É um mundo mágico e encarpado, onde impera acima de tudo a criatividade. 

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 03 de dezembro de 2013, em A Magia do Cinema

A UNIVERSALIDADE DA CLIENTELA DE NICE DA SILVEIRA

 

         Ver o filme Nice no coração da loucura (2016) é um alento para a alma e o que existe de mais profundo no humanismo, o campo da saúde mental. Nice [...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de dezembro de 2013, em A Magia do Cinema

THE CROWN, RESENHA

 

The Crown (2016) produzida pela Netflix foi uma boa surpresa para mim nesses últimos meses do ano. A série se propõe a responder a pergunta: quem é Elisabeth, essa figu[...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de dezembro de 2013, em A Magia do Cinema

AQUARIUS É UM FILME QUE PRESERVA A MEMÓRIA

     Aquarius (2016) do diretor Kléber Mendonça é antes de tudo um filme sobre a memória sem saudosismo ou qualquer outro tom piegas.[...]

LEIA MAIS
Postado dia 03 de dezembro de 2013, em A Magia do Cinema

A SEGUNDA TEMPORADA DE NARCOS É MELHOR AINDA

 

         A segunda temporada de “Narcos”, da Netflix com o ator Wagner Moura no papel do traficante Pablo Escobar com dire[...]

LEIA MAIS