NARCOS A MELHOR SÉRIE DOS ÚLTIMOS TEMPOS

Postado dia 17 de outubro de 2015, em A Magia do Cinema

 

,NARCOS.>

    Terminei ontem os dez episódios da primeira temporada da excelente série produzida pela Netflix Narcos (2015) sobre a vida do narcotraficante Pablo Escobar, e todo o contexto econômico, social e político a que ele pertencia. Escobar era uma figura fascinante do noticiário nos meus tempos de menina com seus feitos cinematográficos e amplamente discutidos na minha casa de homens políticos, carregada de curiosidade fui ver a série.

    O brasileiro Wagner Moura tem uma atuação digna que o coloca definitivamente no panteão dos grandes atores, deixando transparecer o carisma e a grande complexidade do controverso personagem, o sotaque do espanhol não me incomodou em nada nem diminuiu sua atuação. A série traz a trajetória de Escobar desde traficante de produtos eletrônicos até rei do tráfico que foge da prisão que ele próprio construiu para si. Os acontecimentos de sua vida são tão relevantes que é possível compreender a história do continente.

    A construção narrativa coloca Escobar como personagem central, mas é inteligente ao mostrar a história sob os olhos do agente da DEA (o instituto estadunidense responsável pelo combate as drogas) o americano Steve Murphy. Narcos é um documento histórico, vejo a trajetória de Escobar, capaz dos mais ousados crimes, como matar um candidato a presidente da república, ministros de Estado, derrubar um avião matando mais de cem pessoas e passar por cima de todos que encontrar para resolver seus interesses como resultado da omissão dos governos colombianos e dos Estados Unidos, as mortes populares e a incitação para o crime e a prostituição, provam que o cidadão é sempre o mais prejudicado.

    Padilha vai além de Tropa de Elite e o seu estilo humaniza personagem dos mais odiosos aos mais nobres, Escobar é um homem que adora a família, ajuda pessoas pobres, tem uma relação de cumplicidade com o primo Gustavo Gaviria, mas é capaz de cometer as piores atrocidades. Série viciante que não se coloca no papel de longa metragem, altamente bem sucedida, com filmagem elegante e bem construída, só nos resta aguardar ansiosos pela próxima temporada.

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 17 de outubro de 2015, em A Magia do Cinema

A UNIVERSALIDADE DA CLIENTELA DE NICE DA SILVEIRA

 

         Ver o filme Nice no coração da loucura (2016) é um alento para a alma e o que existe de mais profundo no humanismo, o campo da saúde mental. Nice [...]

LEIA MAIS
Postado dia 17 de outubro de 2015, em A Magia do Cinema

THE CROWN, RESENHA

 

The Crown (2016) produzida pela Netflix foi uma boa surpresa para mim nesses últimos meses do ano. A série se propõe a responder a pergunta: quem é Elisabeth, essa figu[...]

LEIA MAIS
Postado dia 17 de outubro de 2015, em A Magia do Cinema

AQUARIUS É UM FILME QUE PRESERVA A MEMÓRIA

     Aquarius (2016) do diretor Kléber Mendonça é antes de tudo um filme sobre a memória sem saudosismo ou qualquer outro tom piegas.[...]

LEIA MAIS
Postado dia 17 de outubro de 2015, em A Magia do Cinema

A SEGUNDA TEMPORADA DE NARCOS É MELHOR AINDA

 

         A segunda temporada de “Narcos”, da Netflix com o ator Wagner Moura no papel do traficante Pablo Escobar com dire[...]

LEIA MAIS