ENFIM CHEGO A QUINTA TEMPORADA DE MAD MEN

Postado dia 11 de maio de 2016, em A Magia do Cinema

 

Don Draper (Jon Hamm) and Megan Draper (Jessica Pare) - Mad Men - Season 5 - Gallery - Photo Credit: Frank Ockenfels/AMC

      Até que enfim chego a quinta temporada da famosa série Mad Men, Don, o já icônico personagem central, começa a série casado com a antiga secretária canadense Megan que faz uma célebre apresentação no aniversário do marido cantando com amigos a canção francesa “Zou bisou bisou” da cantora Gillian Hil’s, o ano é 1968, a moça mostra talento, e o que nos espera nessa temporada. Don é cada vez mais egocêntrico e mais preocupado com sua aparência. A série é centrada na vida de “Dick Witham” Don Draper, antes de mudar de nome. Mad Men é genial porque fala um pouco de todos nós da nossa necessidade em sermos aceitos, em seguirmos um padrão. O vazio existencial de Draper é também o nosso vazio.

Style: "Mad Men"

      Na temporada anterior ele se divorciou da ex modelo Betty com quem casou e teve filhos, se adequando aos padrões da família americana, teve amantes e sucesso profissional, mas lhe faltava felicidade.  Após o casamento com a jovem secretária, sua vida parece estável, mas sua preocupação em manter a imagem está casa vez mais obsessiva e atormentada. Don que na verdade é cada vez mais Dick, mostra sua inaptidão em conviver com seus próprios demônios e com tempos de tantas mudanças e transformações sociais. A temporada mostra suas dificuldades no relacionamento com a jovem esposa afinada com os novos tempos, inteligente e consciente de si mesma.

mad-men

      É um novo mundo, para todos, de constantes evoluções sejam elas tecnológicas, sexuais ou de direitos humanos. São muitas variações sociais e os personagens sofrem com as adaptações: seja Peggy que não encanta mais com a sutil sexualidade feminina, seja Roger que não consegue ver que não vive mais em um mundo dominado pelo cigarro. Todos se encontram meio perdidos, tentando compreender o novo mundo ou se ajustando as mudanças, nos pontos em que o passado rompe com o futuro. A série continua incrível e as questões subjetivas tratadas sem alarde ou melodrama.

Comentários

AÍLA ALMEIDA

Leitora compulsiva, levo a vida a assistir filmes, escrever textos que me acalma e fazer bolos. Queria saber desenhar e costurar. Quero passar um tempo em Paris, pular de para quedas, criar mais um cachorro. Queria se poliglota, estudo inglês, francês e italiano a anos. Ao que tudo indica nasci no século errado.

Postado dia 11 de maio de 2016, em A Magia do Cinema

A UNIVERSALIDADE DA CLIENTELA DE NICE DA SILVEIRA

 

         Ver o filme Nice no coração da loucura (2016) é um alento para a alma e o que existe de mais profundo no humanismo, o campo da saúde mental. Nice [...]

LEIA MAIS
Postado dia 11 de maio de 2016, em A Magia do Cinema

THE CROWN, RESENHA

 

The Crown (2016) produzida pela Netflix foi uma boa surpresa para mim nesses últimos meses do ano. A série se propõe a responder a pergunta: quem é Elisabeth, essa figu[...]

LEIA MAIS
Postado dia 11 de maio de 2016, em A Magia do Cinema

AQUARIUS É UM FILME QUE PRESERVA A MEMÓRIA

     Aquarius (2016) do diretor Kléber Mendonça é antes de tudo um filme sobre a memória sem saudosismo ou qualquer outro tom piegas.[...]

LEIA MAIS
Postado dia 11 de maio de 2016, em A Magia do Cinema

A SEGUNDA TEMPORADA DE NARCOS É MELHOR AINDA

 

         A segunda temporada de “Narcos”, da Netflix com o ator Wagner Moura no papel do traficante Pablo Escobar com dire[...]

LEIA MAIS