A Magia do Cinema

COMO CONHECI JULIA CHILD

         


   Essa semana foi o centenário de Julia Child e o Google deixou informações sobre ela em sua página principal. Lembrei-me de como a conheci e senti vontade de escrever sobre ela. Só a conheci ao assistir o filme Julia e Julie, onde são entrelaçadas duas estórias de uma americana na atualidade Julie e Julia a famosa cozinheira da TV americana quando morava na França no período da descoberta de sua vocação por cozinhar. Confesso que fiquei encantada com a atuação de Maryl Streep, que mergulhou profundamente na personagem. 


            Ao fazer sua primeira refeição em solo francês no final dos anos 1940 Júlia quase vai as lágrimas ao provar um linguado com bastante manteiga. Ela e o marido, burocrata de Estado, vão viver na França. Entediada busca uma atividade que possa preencher os seus dias e descobre o fantástico mundo da culinária francesa.



            Encantada pelo sabor da comida francesa ela decide aprender a cozinhar na escola de culinária Le Cordon Bleu. Daí ela resolve escrever um livro em que possa ensinar as americanas como cozinhar as receitas da culinária francesa, leva oito anos para isso. Acredito que o seu desejo íntimo é revolucionar, provocar mudanças no mundo culinário, e conseguiu, com o seu jeito simpático e natural ser um importante nome da área.



            Depois de ver o filme vi uns vídeos da Julia no Youtube e achei seu desempenho fantástico, fico imaginado como ela soube viver bem, e no lindo romance que teve com o marido. O legal da época em que Julia viveu é que não tinha tanta obsessão por uma forma física de uma pré adolescente como o padrão de beleza atual estabelece. O seu livro mostra receitas com dúzias de ovos, muita manteiga e açúcar, algo impensável hoje quando medimos o valor de cada caloria.




            Para mim é uma celebração aos prazeres da vida, pelo menos os gastronômicos, vi que é impossível se cozinhar com liberdade se existe preocupação com a balança. A comida é mostrada de uma forma tão bonita que tive vontade de testar várias receitas, para poder dizer: Bon Apetit.

Comentários