O COTIDIANO DE MICHEL MASSEFOLI (SEGUNDA PARTE).

            O rompimento com o paradigma da horizontalidade tradicional modernista, mostra a contestação em diversos pontos: a educação em seus fundamentos tradicional, a inutilidade da intelectualidade, o insucesso dos partidos políticos e o surgimento de estruturas espontâneas que contestam o monopólio sindical. Hoje há suspeição, mesmo dentro das estruturas midiáticas, os jornalistas podem ser vistos…

O COTIDIANO PÓS MODERNO DE MICHEL MAFFESOLI.

Esses dias assisti uma conferência com o professor Michel Massefoli da Sorbonne, Universidade de Paris, França. O professor é titular da cadeira de Sociologia que pertenceu a Émile Durkheim. Interessei-me sobremodo, pelo seu estudo sobre a pós-modernidade. Na leitura que estou fazendo sobre a obra O Tempo Retorna, retirei algumas impressões, que imagino serem importantes…

O HOMEM E A CULTURA.

Esses dias ensaiei uma volta as ciências Sociais e isso me trouxe uma imensa satisfação, primeiro porque foi isso que eu sempre quis fazer da vida, estudar e discutir elementos que explicassem a sociedade. Nessas indagações pensei nas tentativas de localizar o homem no conjunto dos seus costumes, penso que o homem é formado por…

O AMOR E A IDADE

            Os especialistas no assunto afirmam que a mulher moderna prolongou em mais de vinte anos seu período de sedução. E tudo isso tem afirmações objetivas de natureza biológica e não subjetivas. Segundo as estatísticas, o aumento da longevidade humana foi consideravelmente aumentada: no século XVII, a maioria das pessoas morria por volta dos 35…